Proinvest na Mídia

Associadas da Rede Secovi geram mais negócios em parceria

Postado em 5 de março de 2014 às 12:57

Três imobiliárias, duas delas da Rede, atuaram em conjunto na venda de terreno na região da Vila Leopoldina

Mais um negócio foi fechado por meio de parceria envolvendo três imobiliárias, duas delas associadas à Rede Secovi de Imóveis. A venda de um terreno na região da Vila Leopoldina resultou de tripla parceira, na qual a Proinvest captou o cliente, a Pacheco Imóveis anunciou a propriedade e a Casa Nova vendeu.

PROINVEST-PARCERIAS

O negócio começou quando o proprietário do terreno procurou Hélio Alterman, da Proinvest, pedindo que a divulgação da oferta fosse feita por sua imobiliária. Como a atuação de sua empresa está concentrada mais fortemente nas regiões da Raposo Tavares e Granja Viana, ele fez a indicação para a Pacheco, que se encarregou do colocar a placa e fazer a intermediação. Um corretor da Casa Nova, no entanto, entrou em contato com a Pacheco pedindo para trabalhar o terreno em parceria.

De acordo com Hélio Alterman, esse exemplo é claro para que os clientes entendam como ocorre o trabalho em rede. Um meio de divulgar esse método de trabalho é dizer ao cliente quais são imobiliárias parcerias existentes na região em que o comprador vai morar. “Fica claro como funciona uma rede”, diz Hélio, emendando que as imobiliárias precisam trabalhar mais o conceito de negócios em parceria, tanto interna quanto externamente.

Na avaliação de Sueli Pacheco, diretora da Pacheco Imóveis, para que o esquema de trabalho em rede funcione é necessário haver total integração entre as associadas. “Conhecer bem e ter confiança com quem você vai fazer a parceria são aspectos fundamentais”, diz, referindo-se ao fato de muitas empresas ansiarem por fazer negócios juntas, mas nem sequer se conhecem e se conversam com frequência. “Hélio e eu nos conhecemos há muitos anos. Assim fica mais fácil trabalhar em parceria”, emenda.

Vantagens – Nelson Parisi Júnior, presidente da Rede Secovi de Imóveis, explica as vantagens do sistema. “O proprietário terá todas as vantagens da atuação conjunta das imobiliárias: maior corpo de vendas e ofertas, uma única placa no imóvel (a experiência mostra o excesso desse recurso passa a impressão de ‘desespero’ por parte de quem está vendendo, o que desvaloriza o bem) e negociará com seu corretor de confiança”.

Para as imobiliárias, o aumento da lucratividade é o chamariz. Em países em que a cultura do trabalho em rede é bem amadurecida, o volume de negócios fechados em parceria entre as intermediadoras chega a corresponder a 80% de seus faturamentos.

Fonte: Secovi

Compartilhe essa notícia!

Comente sobre esse assunto!